Arquivos
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Bortolotto
 Márcio Américo
 Célia Mussili
 Gibizada
 Márcia
 Lielson
 Blues Masters
 Selton
 Pedrão
 Pedrita
 Caraminholas
 Ana Paula
 Wolf Attack
 Benett
 Leo Lama
 Zéu Britto
 R. L Burnside's
 Maga
  Revista Lasanha
 Revista Blues e Jazz
 Blues4Fun




Blues Writer
 


Amor de Irmão


Faltavam exatos cinco minutos para as onze horas da noite
quando Evaldo sentou-se à mesa da cozinha. Ele havia acabado
de sair do banho e seus cabelos ainda permaneciam levemente
molhados, quando seus olhos visualizaram uma cesta recheada
de frutas à sua frente. Maçãs, Laranjas, Bananas e Mexericas
estavam desproporcionalmente distribuídas fazendo com que sua
curiosidade alimentícia ficasse ainda mais aguçada.
Possuído por uma vontade estranha de tudo engolir, uma mistura
de excitação estrangulada e uma gigantesca gula inconseqüente,
Evaldo se viu tomado por uma força maior e atacou as frutas
despudoradamente.
Doze Bananas, Oito Laranjas e Cinco Maçãs depois, o já fadigado
glutão dava-se por satisfeito. Com um sorriso sarcástico no
rosto admirava saciado sua obra e nem se deu ao luxo de perceber
quando Sônia (sua detestável irmã mais nova), entrou na cozinha
de supetão e ao encarar os restos mortais das frutas ao lado de
Evaldo, não fez questão nenhuma de poupar-lhe de um cínico ataque
a queima roupa. Desses, cuja delicadeza e compaixão, apenas os
irmãos são capazes de proporcionar.
-Credo Evaldo, que é isso?
-Fome!
Com uma estranha mistura de riso e cinismo ela apontou as cascas
aos montes espalhadas pela mesa e não economizou ofensas.
-Não acredito que você comeu todas essas frutas sozinho, seu morto
de fome!
-Todas não! As Mexericas estão intactas!
O ódio saltou aos olhos de Sônia.
-Eu trabalho o dia inteiro feito uma condenada e quando chego em
casa morrendo de fome, na maior vontade de comer uma fruta  só tem
mexerica? Você é um puta de um egoísta Evaldo, de uns tempos pra cá
está pensando e agindo como quem mora sozinho. Eu tô morrendo de fome
está me ouvindo!
-Come Mexerica!
-Larga de ser descarado Evaldo, você sabe muito bem que eu detesto
Mexerica!
-Azar o Seu!
Azar o seu foi a gota da água. Sônia já estava ficando roxa de raiva.
Tentou de todas as maneiras se conter, mas a ignorância falou mais
alto e ela resolveu descer das tamancas e fulminar o irmão, antes
de sair em direção a sala.
-Pois saiba você que o Peixe morre pela boca!
-A piranha também.
E de Mexerica em punho, Evado foi ao seu encalço.


 



Escrito por fernandobluesborghi às 20h18
[] [envie esta mensagem
]





Coral dos Suinos Desafinados Apresenta:

Mirabel

Mirabel recusa o recheio
Mirabel se descasca agoniado
Mirabel só aceita amanteigado
Mirabel acha Cream Cracker ultrapassado

Inventei de abrir o alumínio da embalagem
Pra dar fim à agonia, pra definir a merenda do dia
Tolo fui eu
Mirabel se revoltou e chamou sua amiga bolacha Maria
De repente estava ali perdido, cercado num mundo bizarro
Me amarro em biscoito

Os biscoitos me agrediram, tomaram conta da minha cozinha
Se uniram aos recheados
Pediram ajuda à broa e a empadinha
E ao croquete da vizinha
E eles estavam em grande número
E eu era um

Corri pra prateleira e peguei um envelope de Tang laranja
Os biscoitos se excitaram
E começaram a gemer
A suar, a temer, a enlouquecer
Saíram correndo, saíram gritando
Só sobrou Mirabel... só sobrou mirabel

Mirabel perdeu o recheio
Mirabel descacou agoniado
Mirabel se despediu do amanteigado
Mirabel morreu, morreu, morreu... molhado

(Zéu Brito)




Escrito por fernandobluesborghi às 09h17
[] [envie esta mensagem
]





Da Série: Frases Curtas Alvos Móveis

A gente ou é angu ou é farinha

Helena Meireles



Escrito por fernandobluesborghi às 17h00
[] [envie esta mensagem
]





Rodrigo...Rodriguez...

Conheço o Rodrigão (Piolho), não é de hoje. De uns anos pra
cá ele fixou-se em Portugal e o que é melhor,
consegue fazer aquilo que gosta, ou seja: Música!
Além de possuir uma banda ( que inclusive tocou em
terras Brazucas,ainda agora ), tem um projeto solo
muito legal, onde ele mistura Blues, Folk, Country
e outros têmperos mais, resultando num som muito bom que
vale a pena ser ouvido.
http://www.myspace.com/rodriguezcountry  



Escrito por fernandobluesborghi às 10h36
[] [envie esta mensagem
]






Minha crônica "Achei alguém que esteve lá", que foi postada
por aqui dias atrás, foi publicada hoje na FOLHA DE LONDRINA.
http://www.bonde.com.br/folha/folhad.php?id=29510LINKCHMdt=20070926
Todas as quartas-feiras eles estão publicando duas crônicas, e
levei sorte da minha estar lá hoje, no Segundo Caderno.....
http://www.bonde.com.br/folhadelondrina/



Escrito por fernandobluesborghi às 10h31
[] [envie esta mensagem
]





Sequestro Mamadeira

Grande Benett. Veja mais.....

http://www.benett-o-matic.blogger.com.br/



Escrito por fernandobluesborghi às 12h15
[] [envie esta mensagem
]





Síndrome de Mr. Magoo

Não tem como negar. Eu me preocupo com o semelhante! Sem medo
de parecer catastrófico, ouso dizer que assim como a àgua
não tem cheiro, a preocupação não tem cor!
Ou tem?
Cheguei a essa intuitiva conclusão, após um longo período de
observação que culminou na  elaboração de várias teses
dissertativas do mais alto nível científico, onde pude
constatar a dignificante definição:
Se as pessoas que não enxergam usam óculos....
Porque os surdos não usam protetores de orelha?

 



Escrito por fernandobluesborghi às 22h25
[] [envie esta mensagem
]





Coisa Boa

Novo livro de Woody Allen, "Pura Anarquia" reúne contos de humor


O diretor americano Woody Allen retorna ao gênero dos contos de humor
com a publicação do livro "Pura Anarquia", no qual o mundo real se
transforma em absurdo -ou vice-versa.

 
Novo livro de Woody Allen, "Pura Anarquia" reúne contos com
humor ácido e irreverente
"Pura Anarquia" é composto de um humor ácido em 18 contos que
provocam continuamente a gargalhada do leitor.

O cineasta chega a escrever, lembrando o comediante americano
Groucho Marx, frases como "o homem é o único ser capaz de não
deixar gorjeta ao garçom".

Os problemas domésticos, os colégios infantis, a gastronomia e a
religião são alguns dos temas nos quais Allen, um nova-iorquino
nascido em 1935, deixa sua marca pessoal, sem esquecer de um
julgamento no qual Mickey Mouse é a principal testemunha.

O diretor, um dos máximos representantes dos contos de humor,
introduziu personagens reais em situações surrealistas --entre eles,
o escritor Gabriel García Márquez, o filósofo Immanuel Kant, o compositor
Richard Wagner, o ator Tom Cruise e a cantora Jennifer López.

Com sua ironia, ele também comenta assuntos sérios, como a
pena de morte: "estudos demonstram que a probabilidade que os
criminosos reincidam se reduz quase à metade depois da execução".



Escrito por fernandobluesborghi às 21h33
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]